Biopesticidas desafiam o domínio dos "agrotóxicos" no Brasil

Adriano Cruvinel. Imagem: YouTube / GAAS (Brasil).

Montividiu, Goiás, Brasil. Enquanto os cortadores completam a colheita da soja em uma parcela, Adriano Cruvinel (foto), agrônomo de 36 anos, lidera a fazenda Bom Jardim Lagoano no centro-oeste do Brasil, onde o plantio está sendo preparado para a colheita. “Nossa soja está em excelentes condições”, destaca Cruvinel. E acrescenta: “graças aos microrganismos que aplicamos em toda a cultura, ela é muito mais resistente a pragas e doenças.”.

À frente de uma fazenda familiar de 1.400 hectares em Montividiu, Cruvinel é pioneiro na adoção de biopesticidas no Brasil, desafiando a tendência dominante dos “agrotóxicos”. A prática da agricultura regenerativa, baseada na restauração da biodiversidade do solo e na redução do uso de produtos químicos, levou Cruvinel a construir uma biofábrica ultramoderna, equipada com laboratório e “fornos bacteriológicos”.

Aqui imitamos a natureza em grande escala”, enfatiza Cruvinel, afirmando que, além de cuidar da saúde e do meio ambiente , conseguiu reduzir seus custos de produção em 61,4%, enquanto seu rendimento de soja aumentou 13%.

Biopesticidas e "um longo caminho" a percorrer

Marcos Rodrigues de Faria, pesquisador da Embrapa, está entusiasmado com o potencial revolucionário dos biopesticidas. No entanto, ele admite que ainda há um longo caminho a percorrer, pois os "agrotóxicos" ainda são dominantes no Brasil. Apesar do crescimento exponencial, os biopesticidas representaram apenas 9% do mercado total de pesticidas em 2022.

Impulsionado pelas monoculturas, o setor brasileiro de biopesticidas está experimentando um crescimento quatro vezes maior do que o observado internacionalmente, de acordo com Amalia Borsari, da CropLife Brasil. No entanto, a geógrafa Larissa Bombardi ressalta que, embora "interessantes", os produtos biológicos não alteram o modelo agrícola brasileiro, centrado na concentração de terras e nas monoculturas.

Lei polêmica: "um presente" para o agronegócio

O agronegócio, que responde por 24% da economia brasileira, está se tornando uma questão política. Em dezembro, o presidente Lula da Silva promulgou uma lei que flexibiliza as regulamentações sobre "agrotóxicos", gerando polêmica. Bombardi descreve essa lei como uma "tragédia" e um "presente para empresas de marketing agrícola e agroquímicos".

O uso indiscriminado de agrotóxicos no Brasil também afeta as relações comerciais, sendo um argumento fundamental nas negociações para um acordo de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosul.

Apesar dos desafios, a inovação da Cruvinel e de outros agricultores que adotam biopesticidas é digna de nota como uma transformação positiva no setor agrícola brasileiro.

Fonte: SWI.

Sala de imprensa
Sala de imprensa
Conta de gerenciamento de conteúdo.

Mais artigos do autor

Os avanços na irrigação têm um impacto positivo no norte do Uruguai

Na Colônia Osimani y Llerena, localizada no departamento de Salto, foi realizada na sexta-feira, 12 de...

SIAL Canadá: epicentro de alimentos para inovação e negócios

Montreal, Quebec, Canadá. O Palais des Congrès de Montréal está prestes a sediar uma das maiores...

O Censo Geral Agrícola retoma suas atividades

O Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca (MGAP), por meio do Departamento de Estatísticas Agrícolas (DIEA), tem...

Quinoa: o poder nutricional de um tesouro andino

A origem e as peculiaridades da quinoa :: Quinoa A quinoa, também conhecida como quinoa, é uma planta antiga com um...

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui

Anúncio
Anúncio

Publicações recentes

As bagas e seu valioso valor para a saúde e o bem-estar

As bagas são uma variedade maravilhosa de pequenas joias naturais que não apenas encantam nosso paladar com seu sabor delicioso, mas também com seu...

Os avanços na irrigação têm um impacto positivo no norte do Uruguai

Na Colônia Osimani y Llerena, localizada no departamento de Salto, foi realizado um dia transcendental para a agricultura na sexta-feira, 12 de abril....

Melhores práticas para manejo do solo

O solo é a base da agricultura e da segurança alimentar na América do Sul, uma região abençoada com uma grande diversidade de culturas e...

Portal Agroalimentario é uma mídia digital interativa e multiplataforma. É uma iniciativa privada inovadora de cooperação binacional e desenvolvimento tecnológico entre o Canadá e o Uruguai.

Vida rural e natureza

Parque da Batata: a joia do agroturismo no Peru

O agroturismo consiste em viagens recreativas para um ambiente rural, ou seja, visitar e conhecer as atividades de fazendas, vilarejos, propriedades rurais etc. ....

Trelew e sua proposta de agroturismo na Patagônia

Trelew é uma cidade localizada na província de Chubut, na Argentina, e é uma das localidades que foram incentivadas a promover a...

Montserrat de Coronado: um lugar encantado na Costa Rica

Devido à sua biodiversidade, a Costa Rica é um dos países mais visitados para o ecoturismo e o agroturismo. Diz-se que, graças à sua...

Mais populares

As bagas e seu valioso valor para a saúde e o bem-estar

As bagas são uma variedade maravilhosa de pequenas joias naturais que não apenas encantam nosso paladar com seu sabor delicioso, mas também com seu...

Agroinfluenciadores: do campo para as redes sociais

Agri-influenciadores Desde 2019 e 2020, a atividade agrícola vem criando um espaço para si mesma no mundo das redes sociais....

Aeronaves não tripuladas, suas diversas variantes e aplicações

Toda história tem um começo e, como toda grande tecnologia, ela tem suas raízes nas grandes potências mundiais. E, geralmente, o emprego militar é...

Seções

© 2024 Portal Agroalimentario - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade | Ideia original e desenvolvimento: NCS-Americas Inc.